Armário-cápsula: tudo o que você precisa saber

138

O conceito de armário-cápsula é bem autoexplicativo: um guarda-roupas composto por poucas peças. A ideia foi cunhada pela estilista londrina Susie Faux, da marca Wardrobe, ainda nos anos 1970. A Wardrobe era um espaço no qual as mulheres podiam encontrar peças atemporais, versáteis e clássicas – exatamente as características do que compõe um armário-cápsula.

Por mais antiga que a ideia seja, recentemente ela entrou no gosto das famosas e influencers por ser encarada como um desafio. Quem gosta de moda sabe que não é fácil manter um armário restrito, especialmente porque viemos de uma cultura extremamente consumista e na qual os produtos são feitos para se tornarem obsoletos no menor tempo possível. Mas é possível, e cada vez mais gente é capaz de provar. 

Há quem diga que um armário cápsula deve ter 33 peças; outros, 37. De qualquer forma, o número não deve ultrapassar no máximo (estourando mesmo!) 50 peças. Se este número supera o que você tem hoje, já proponho uma tarefa: faça a limpa! Tire o que você não usa, aquela peça que está parada, que você tenta se convencer de que vai usar, mas, lá no fundinho, sabe que não vai… Lembre-se de que há um número imenso de pessoas que podem fazer melhor proveito destas peças específicas. Doe! Garanto que seu coração ficará quentinho depois.

Para ajudar no processo de “limpeza”, vá montando looks diferentes com as mesmas peças. Escolha as versáteis, aquelas das quais você não abre mão justamente por combinarem com tudo. Normalmente são peças de cores neutras e/ou com cortes clássicos, como decote canoa ou uma calça skinny preta. 

Vale também separar pelas estações do ano, especialmente se você mora em um lugar onde o inverno e o verão são bem marcados por suas respectivas temperaturas características. 

Transforme a construção de seu armário-cápsula em um processo divertido: escolha uma peça de baixo e combine com cinco diferentes de cima e vice-versa. Separe tudo do seu guarda-roupas que combina com um determinado par de sapatos e escolha o que realmente vale a pena, o que você sabe que funciona com mais combinações.

 

Maria, gostei da ideia, mas… nunca mais poderei comprar roupas novas?

Claro que vai! É claro que você deve ter o consumo consciente em mente sempre, mas a ideia do armário-cápsula não é que você nunca mais compre roupas, mas sim que aprenda que é possível viver com um número mínimo de peças. 

Viu aquele sobretudo bege maravilhoso, que você tem certeza que durará vários invernos e possibilita uma infinidade de combinações? Pode comprar, sim! Mas livre-se de outra peça que está parada no seu guarda-roupas. 

A proposta de duração do armário-cápsula é de seis meses a um ano. Quando se cansar do que tem, faça adaptações. Construa um ciclo consciente de consumo. Faça avaliações periódicas do seu armário. Não tenha medo de dar um novo destino ao que você não usa mais!

Se colocar em prática, me conte! Vamos trocar figurinhas!

Ah! No meu canal no YouTube tem um vídeo bem bacana sobre guarda-roupas sustentáveis. Dê uma olhadinha e me conta o que achou!

 

Espero ter ajudado,

Maria Virou Eco!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite o seu nome aqui