Lavanderia ecológica: como economizar dinheiro, produtos e tempo

205

Quais são seus hábitos na hora de lavar a roupa? Que tal repensarmos este processo e torná-lo mais amigo do meio ambiente?

Lavar a roupa tem tudo para ser uma atividade completamente anti-ecológica: você pode facilmente gastar água demais, usar produtos que fazem mal ao meio ambiente ou lavar o que não deve mesmo ir para a máquina, por exemplo.

Mas não precisa ser assim. É possível criar uma “rotina de lavanderia” que una praticidade a economia e, portanto, seja bem mais sustentável do que recorrer aos métodos tradicionais e a produtos oferecidos no mercado. Essa rotina passa necessariamente por entender quais hábitos você precisa mudar. 

Responda mentalmente a essas perguntas: quantas vezes você usa uma roupa antes de lavá-la? E toalhas? Quais produtos você utiliza? Sabão em pó, amaciante, um tira-manchas potente? Tudo na mesma lavagem? Você utiliza o modo econômico da sua máquina de lavar? Tem uma secadora? Utiliza água quente ou fria?

Bem, para economizar verdadeiramente na lavanderia, há algumas orientações a serem seguidas. 

Em primeiro lugar, pense em usar suas roupas mais de uma vez. Se você saiu para passear com o cachorro ou para jantar com os amigos e não sujou a roupa, não há motivos para lavá-la. Já é uma excelente maneira de começar. 

Faça o mesmo com as toalhas – coloque-as na máquina apenas quando elas realmente estiverem sujas. Infectologistas recomendam que usemos a mesma toalha por cerca de cinco dias. 

Os produtos que você utiliza também influenciam bastante na sustentabilidade da sua rotina. Além de gastar com produtos diferentes sem necessariamente precisar, a maioria deles têm petróleo, corantes e aromas artificiais na composição. Não é o que você quer nas suas roupas, né? Sem contar o prejuízo para o meio ambiente…

Há cada vez mais produtos naturais disponíveis no mercado. Você pode, inclusive, fazer seu detergente – o que não falta são receitinhas caseiras por aí. Também existem alternativas super interessantes para produtos industrializados: o vinagre, por exemplo, é um amaciante 100% natural (não se esqueça de misturá-lo com água antes de colocá-lo na máquina), e o bicarbonato de sódio é poderoso para remover manchas.

Lembre-se também de que utilizar água fria é muito melhor que água quente: a roupa fica tão limpa quanto, você economiza energia (e, portanto, dinheiro) e prolonga a vida útil das peças de roupa. Usar água quente deve ser sempre exceção.

As máquinas modernas vêm com diferentes modos de lavagem – e o econômico é um deles. Garanto que, ao escolhê-lo, sua roupa ficará bem limpinha e sua consciência também! 

Na hora de secar a roupa, prefira deixá-las ao ar livre. É absolutamente desnecessário comprar uma máquina secadora ou, por exemplo, centrifugar as roupas mais de uma vez para que elas sequem mais rápido. Uma observação importante: prefira varais de madeira ou uma corda, por exemplo. Evite o consumo de plástico!

Ah! Parece óbvio, mas não posso deixar de lembrar: quanto mais roupas você tiver, mais roupas precisará lavar. Já parou para pensar em quanta coisa parada você tem no seu armário? Repense este consumo também.

Quanta coisa podemos fazer para mudar nossos hábitos e nos aproximarmos de um estilo de vida ecológico, né? Você tem outras ideias, faz outras coisas? Vamos trocar figurinhas? Quero saber!

 

Espero ter ajudado,

Maria Virou Eco!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário
Por favor digite o seu nome aqui